GUIAS RÁPIDOS

Um Site para Fotografia: Painel de Controlo e o Template

webdevelopment

O mais complicado já passou… Nestas 3 semanas (3 aulas, para ser mais correto) criamos toda a estrutura de suporte ao site; a parte mais “chata” da criação de um site em WordPress e aquela que requer um conhecimento mais profundo de assuntos mais técnicos. De agora em diante, salvo raras exceções, o próprio ambiente de trabalho é mais agradável e fácil de usar, demonstrando a capacidade e a facilidade de trabalhar com esta ferramenta totalmente aberta. Hoje vamos apresentar o Painel de Controlo e abordaremos a instalação do template que usaremos no site.

Para fazermos o ponto de situação, no final do artigo anterior, ficamos com o site com este aspeto:

Aspeto do site www.nunomachadofotografia.com.

Aspeto do site www.nunomachadofotografia.com.

 

O WordPress, por defeito utiliza um template básico para apresentar os sites acabados de instalar. Apresenta uma página, um artigo e um comentário para que o utilizador perceba o funcionamento de cada um destes elementos que não são mais do que os elementos chave para a criação e funcionamento de um site em WordPress.

Para acedermos à área de administração de qualquer site em WordPress temos de colocar a expressão “/wp-admin” em frente ao endereço do site. Assim, para entrar na área de administração do site “www.nunomachadofotografia.com”, terei de escrever “www.nunomachadofotografia.com/wp-admin

 

Acesso à área de administração do site www.nunomachadofotografia.com

Acesso à área de administração do site www.nunomachadofotografia.com

 

O acesso ao site faz-se através de um par de coordenadas “username/password” (ou “nome de utilizador/palavra-passe”). O nome de utilizador é, se nada foi alterado, por defeito, “admin” (abreviatura de administrador) e a palavra passe é a mesma que foi definida na criação da base de dados (ver artigo anterior)

 

Painel de Controlo / Área de Administração

Painel de Controlo / Área de Administração

 

Familiarizem-se com este painel, será o vosso ponto de trabalho para tudo o que quiserem fazer no site. O mais importante é perceber a localização das opções principais, pelo menos as que vamos utilizar mais frequentemente. Durante a evolução do processo de configuração do site, vou indicando quais as opções a usar bem como a sua localização.

 

Artigos

Os artigos são os textos que escrevemos. O WordPress começou por ser um sistema de criação de blogs. Os blogs são como que diários digitais e, por conseguinte, têm entradas marcadas sequencialmente por data e hora. Assim, o melhor para percebermos o funcionamento do WordPress é com recurso à analogia com um jornal. Cada artigo do WordPress é como se fosse uma notícia do jornal. Cada informação que quisermos apresentar, cada fotografia da qual quisermos falar, cada evento que queremos anunciar, serão criados através de um novo artigo.

 

Multimédia

Interessa apenas reter que nesta área estão guardadas todas as fotografias e vídeo que usarmos no site. É importante mantermos esta zona organizada, especialmente com recurso a legendas e títulos alternativos (a ver mais adiante), pois as boas práticas da internet assim o requerem.

 

Páginas

Mais uma vez, se olharmos para um jornal, uma página representa … uma página. É algo com informação estática, com pouca ou nenhuma atualização. Olhando para os sites mais banais com os quais nos deparamos diariamente, vejam as opções de contactosquem somoso que fazemosprodutos e serviços, … tudo o que não se altera com regularidade. Aqui também vamos usar esta opção para ajudar a construção e organização de conteúdos. Uma página de apresentação, uma de contactos e outra com serviços e/ou preços são sempre de considerar como opções válidas.

 

Apresentação

Esta área é específica para controlar a aparência do site. Trabalhamos com os templateswidgets e menus. Hoje vamos instalar um template diferente do que vem por defeito como forma de personalização do aspeto final do site. Voltaremos mais adiante a esta opção…

 

Plugins

Os plugins são módulos adicionais que vamos instalando no site e que nos vão permitindo alargar a quantidade de informação a disponibilizar. Neste caso, informação não significa conteúdo, mas formas de apresentação… Para melhor compreender esta opção pensem em tunning. Existem os carros conforme vêm de fábrica, que 99% dos comuns mortais tem, e há as opções de tunning (mas tunning a sério) que possibilitam aos utilizadores (condutores) ter acesso a informações de binários, mexer em características mais técnicas capazes de potenciarem melhores performances nos carros. Eu percebo pouco de automóveis pelo que esta analogia pode ser pouco esclarecedora, mas ainda assim considero que é suficiente para perceberem o enquadramento.

De resto, cada coisa a seu tempo… lá chegaremos se acharmos pertinente para o projeto.

 

Instalação do template

Como referi anteriormente o template é uma forma esquemática de apresentar o site. Controla as cores, o tipo de letra, a posição de cada bloco de informação, o logótipo, posição dos menus, etc. Ainda assim é um “mal necessário” para apresentarmos uma “coisa” agradável à vista e que prenda o utilizador, levando-o a prolongar a estadia.

O template que escolhi chama-se Quarter e pode ser comprado na Themeforest. Este é o maior portal de templates existentes online. Tem templates para wordpress obviamente, mas também para outros sistemas e programas. Um portal a explorar num artigo, futuramente…

Percorri algumas categorias e deparei-me com alguns cujo aspeto era do meu agrado. Contudo, e mediante alguns critérios de seleção, acabei por escolher este que comprei. Terminada a compra, recebo um ficheiro em formato ZIP e é esse mesmo ficheiro que se “envia” para o WordPress. Do painel de controlo escolhemos a opção “Apresentação”, “Temas”.

Escolha de temas para o nosso site

Escolha de temas para o nosso site

 

Escolhemos na parte superior a opção “Adicionar Novo”

 

Adicionar Novo Tema

Adicionar Novo Tema

 

“Carregar Tema”

 

template-upload

Novo tema

 

Escolhemos o ficheiro ZIP que recebemos com o tema e procedemos à instalação.

 

Adicionar tema

 

Uma vez terminada a instalação, devemos escolher a opção “Ativar Tema”. Caso não tenham procedido à ativação do tema, podem posteriormente fazê-lo através do acesso aos temas instalados percorrendo as opções “Apresentação”, “Temas”. Lá são apresentados todos os temas disponíveis para ativação e só temos de escolher o tema que queremos e … ativar!

Seria de bom tom desenvolver um pouco a forma como podemos personalizar o template, mas como é um assunto sensível e extenso prefiro adiar para a próxima sessão. Assim, para a semana fica definido que o artigo se destinará apenas à configuração do template e na seguinte a escolha e instalação de plugins. O nosso site começa a ganhar forma e rapidamente teremos o nosso portefólio online.

Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia