OPINIÃO

O tempo cura tudo… até as desilusões amorosas!

 

Todas as relações têm altos e baixos. Por vezes o desfecho não é o mais desejado, mas outras há em que tudo se acaba por resolver. O normal é que, a certo ponto, demos “um tempo”!

 

Ninguém se casa para se divorciar, mas o certo é que as relações terminam. De uma forma ou de outra, nem sempre terminamos uma relação conforme a igreja dita: “Até que a morte vos separe!“. Uma vezes portamo-nos mal; outras vezes é o outro que se porta de forma menos própria. Há, contudo, vezes em que apenas existe uma (grande) desilusão… “Vamos dar um tempo?” parece ser a frase mais utilizada…

Não quero dizer que o Amor, por si só, termine ou deixe de existir. Apenas poderá esmorecer de forma a nos acomodarmos numa rotina que não é exatamente a que tínhamos planeado ou desejado quando tudo começou. Quando tudo é novidade existe um esforço de ambas as partes. Uma vontade para que tudo resulte e faça ver que foi uma aposta ganha.

O namoro começou e a relação evoluiu. Piscamos o olho a uma e a outra nova oportunidade que vão dando alguns frutos. À medida que o tempo avança, os outros desistem… e tu “cais”. Levantas-te e segues em frente, mas tropeças de novo! Por muita boa vontade e força que coloques na relação “se um não quer, dois não dançam” e começas a chegar à conclusão que deves parar, dar um tempo, e pensar no futuro.

O projeto é elogiado por todos, os artigos são (considero eu) originais e falam de temas que, por norma, não ouvimos falar. A fotografia amadora deve ter a atenção necessária de modo a que todos – mesmo os iniciantes – se sintam parte desta grande família. Fala-se de fotografia por smartphone, de soluções mais baratas e damos voz aos fotógrafos implementados no mercado.

Começamos por identificar os locais de aluguer de material fotográfico. Talvez um dos artigos com mais consultas, mas não evoluiu. Poucas foram as respostas às solicitações. Poucos nomes me foram chegando… O negócio de aluguer de equipamento existe, mas deve ser ilícito (será??) para ninguém o querer divulgar. A primeira série de entrevistas a fotógrafos teve uma boa recetividade, mas na segunda, mesmo com a elevada adesão, poucas foram concretizadas.

Quanto a material para review, temos vindo a perder gradualmente resposta às solicitações. Incluímos notícias (imprensa) para motivar as marcas que, nem assim… Tentamos parcerias com marcas de material fotográfico e de smartphones para fazer “coisas diferentes”, …

Correr por amor à camisola foi sempre o nosso lema. Contudo, num relacionamento, UM não ama o suficiente pelos DOIS. Não me estou a despedir… apenas a dizer que vou olhar para outras oportunidades. Continuarei a escrever e a publicar artigos sempre que achar conveniente, mas não com uma regularidade diária. Partilharei posts no facebook sempre que achar que algo enriquece o mundo da fotografia.

Talvez volte com uma postura e uma força redobrada, mas para isso preciso … parar e pensar! Organizar as ideias e tentar perceber se o que estou a viver é um amor correspondido ou não. Até lá, deixo-vos um sentido

“Até Já!”

 

Artigos que podem interessar

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia