GUIAS RÁPIDOS

Premium: 8 razões para investir numa lente destas

zeiss-lenses

Desengane-se quem pensa que a qualidade da fotografia está na máquina. Não obstante da principal característica qualitativa de uma fotografia vir do próprio fotógrafo, muitas discussões foram registadas em torno do investimento “perfeito”. Comprar uma máquina razoável (ou até mesmo uma entrada de gama) e uma lente premium ou uma máquina melhor com lentes mais regulares? A decisão parece óbvia… para uns pela positiva, mas há os que escolhem (obviamente) a resposta errada. Para que se conste e fique registado, é preferível ter um corpo de máquina menos bom com lentes premium do que um corpo de alta qualidade com lentes regulares. A lente, se eliminarmos o fator humano, faz a fotografia e não a câmara.

Posto isto, é legítimo perguntarmo-nos porque devemos investir numa lente quando temos outras que, aparentemente desempenham a mesma função e são mais baratas. Bem, … na realidade não é legítimo, mas acaba por ser aceitável. Obviamente que se uma lente custa 2.000€ e outra 400€ terá de haver diferenças consideráveis… Sendo assim, as principais características das lentes premium são as seguintes:

 

1. Abertura máxima nas lentes premium

Talvez seja a principal, de entre as principais, diferença entre as lentes premium e as regulares. É normal que as lentes premium apresentem uma abertura de f/2.8 ou até mesmo, em alguns casos, f/1.4. Contrariamente a este cenário, as lentes regulares apresentam aberturas que rondam F/5.6. Estas diferenças competem às fotografias tiradas com lentes premium uma qualidade superior, não só pela profundidade de campo que permitem, mas também pela sensibilidade à luz natural.

 

2. Abertura constante

Na grande parte das lentes regulares, ou melhor dizendo não premium, a abertura varia consoante o zoom. Se pegarmos num exemplo da lente Canon 75-300 temos que permite uma abertura de f/4 a 75mm, mas se aumentarmos o zoom para os 300mm a abertura já é de f/5.6. Já nas lentes premium temos, por exemplo nas 70-200 (sejam Canon ou Nikon) uma abertura de f/2.8 independentemente de fotografarmos a 70mm ou a 200mm.

 

3. Motor

Não há muito para falar sobre este tópico; apenas que as lentes premium têm motores de zoom mais potentes e, por conseguinte, mais rápidos e silenciosos.

 

4. Resistência às condições meteorológicas

Não, as lentes premium não são à prova de água (chuva)! Contudo têm uma resistência às condições meteorológicas superiores às lentes regulares. Nestas últimas é normal começar a ver-se sinais de humidade ou até mesmo fungos dentro da lente, ao final de 2 anos ou 3. Nas lentes premium, o aparecimento destas “manchas” só é verificado anos mais tarde, se é que alguma vez acontece visto que a probabilidade de acontecer é bastante mais reduzida.

 

5. Definição

Tal como acontece com o “motor”, esta razão acaba por se explicar a ela própria. As lentes premium têm melhor definição, resultando em imagens com melhor qualidade. Contudo, não usando a lente de acordo com as recomendações básicas, é provável que estas possam sair um pouco desfocadas. Mais uma vez, a diferença pode estar no fotógrafo e não do equipamento.

 

6. Foco interno

Na maior parte das lentes mais fracas, a lente aumenta de tamanho à medida que aumenta o zoom, já nas lentes premium isso não é uma ciência exata pois há modelos que, mesmo fazendo zoom, não altera o tamanho “fisico” da lente.

 

7. Contraste

A qualidade (imediatamente visível) resultante das lentes premium não se resume apenas à definição da imagem, mas também ao contraste. As cores são mais “salientes”, mais “visíveis” e diferenciáveis nas lentes premium. Ao contrário, nas lentes regulares temos cores mais – desculpem-me a expressão – “deslavadas”.

 

8. Aberração cromática

Se vocês forem “picuinhas” como eu sou, esta é a principal razão que vos levará a apostar em lentes premium. Se não forem, acho que vão passar a ser… A aberração cromática é a mancha de cor diferente que, por vezes, se encontra nos limites de alguns objetos, na fotografia.

aberracao-cromatica

Aberração cromática

As manchas de cor magenta e verde que aparecem na imagem são uma aberração cromática e nas lentes premium são (muito) menos visíveis.

 

 

Ainda assim, tenham consciência e façam a escolha mais adequada à vossa posição atual e não à qualidade que esperam obter… Ou seja, se não são assim tão experientes na arte de fotografar – não é desprimor para ninguém pois “antes de sermos, não éramos”, antes de aprender não sabíamos – escolham lentes mais fracas; as normais que vêm de origem com as máquinas servem perfeitamente. Aprendam primeiro a fotografar, poupem dinheiro… Ter bom equipamento não vos faz bons fotógrafos! Por outro lado, um bom fotógrafo tira excelentes fotografias até com máquinas descartáveis, se for preciso.

Percebam em que patamar estão e depois então apliquem os vossos investimentos em prol do resultado que pretendem obter. A fotografia aprende-se praticando… Tal como na condução, ninguém compra um Porsche ou um Ferrari para aprender a conduzir.

Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia