GUIAS RÁPIDOS SMARTPHOTO

10 dicas para melhorar a fotografia com smartphone

closer
Tempo de Leitura: 5 minutos

Chega o Natal e enquanto não se desembrulham as prendas, temos de manter o smartphone a postos para aquelas fotografias mais inesperadas. A máquina nova está embrulhada, mas até lhe pormos as mãos, temos de nos manter firmes com uma alternativa mais portátil.

Aqui, pretende-se dar um conjunto de dicas para melhorar a qualidade das fotografias tiradas por smartphone. Não vão ficar experts em smartphotography, mas com certeza terão mais à vontade para operar com a câmara do vosso dispositivo móvel.

1. Aproxime-se

Já na fotografia tradicional “o melhor zoom são as pernas”. Independentemente da qualidade do sensor, da definição da máquina e de outras caraterísticas que influenciam a qualidade da imagem, nada melhor há do que a aproximação real ao objeto. Por muita qualidade que tenhamos ao dispor, o digital nunca se iguala ao real… Nos smartphones não é diferente. Se a isso juntarmos o facto de que o smartphone é um utensílio multifacetado e, portanto, não totalmente dedicado à recolha de fotografias, há mais funções a consumir os recursos da máquina do que apenas a fotografia. Assim, é facilmente perceptível que algumas das funções ficam muito aquém do desejado e o zoom é uma delas.

closer

 

2. Recorte, não faça zoom

Uma das razões já foi explicada no ponto anterior. O zoom nos smartphones é sempre digital pelo que  a sua qualidade é sempre inferior à desejada/esperada. Mesmo que, aparentemente, a fotografia fique nítida, se aumentarmos ao tamanho real (proporção 1:1) percebemos a fraca definição dos contornos. Se, por outro lado, fotografarmos a contar com o corte (crop), a qualidade permanece inalterada. Ao invés, a única coisa que estamos a fazer é reduzir o tamanho da imagem como um todo; quanto aos pixels (unidade mais pequena que constitui uma imagem digital) permanecem com a qualidade original, mantendo a separação dos elementos através da delimitação com qualidade de contornos. Há a possibilidade da fotografia não ficar com boa resolução, mas isso também depende da qualidade original da máquina e não tanto ela utilização do zoom.

crop

 

3. Não aplique filtros

Com uma fotografia de qualidade inferior (sim, porque por muito boa qualidade que o smartphone tenha, nunca se compara a uma DSLR) tendemos a aplicar filtros para disfarçar a falta de qualidade. ERRADO!!! A aplicação de filtro com o intuido de esconder alguma imperfeição, tende a piorar outras caraterísticas que deveriam permanecer inalteradas. Editem, corrijam o brilho, a intensidade, o contraste, mas evitem a utilização de filtros. Estes, por sua vez, cumprem um propósito que, por vezes, é o desejado; o problema é o exagero que tendemos a cometer com a sua utilização massiva. Existem várias aplicações, independentemente dos sistemas operativos, para a edição de imagens tais como SnapSeed, Photoshop Express, ou até mesmo o Lightroom (que recentemente instalei e comecei a usar em versão móvel).

edit

 

4. Evite a profundidade de campo (editada)

A profundidade de campo é uma técnica que, naturalmente, dá mais realce e vida à fotografia. Dá a sensação de dimensão, fazendo sobressair o elemento principal. Tal como referido no item anterior, a aplicação de filtros falseia a veracidade da fotografia (a menos que seja propositado…). Assim, e considerando que um dos filtros é o blur (desfocagem), a tentativa de compor uma solução mais agradável e real é de todo disparatada. A profundidade de campo é um dos principais desafios da fotografia por smartphone, e sempre o vai ser… Mesmo que acreditem que se trata de um filtro (mais) natural, a transição do “desfocado” para o “focado” jamais será feita em perfeitas condições. Mais; com o tamanho (grossura) dos nossos dedos e o tamanho dos ecrans dos smartphones, o ponto focal nunca será o desejado, mas sempre o que está ligeiramente ao lado.

dof

 

5. Escolha uma (outra) aplicação

Com a evolução dos smartphones, o mercado aplicacional que gira à sua volta sofre de um crescimento exponencial. Assim, e como para cada fim existem dezenas de soluções (pagas e gratuitas), perca algum tempo a escolher a melhor aplicação para si! Todos somos diferentes; uns gostam de Nikon, outros Canon, outros Leika, … e por aí em diante. Nesse sentido, a mesma aplicação pode não servir o propósito de dois utilizadores distintos. Uns preferem ter maior controlo sobre as exposições, pelos modos de disparo e outras configurações, enquanto outros preferem que os smartphones assumam uma postura mais “point ‘n’ shoot“. Façam o trabalho de casa… “percam” tempo em perceber o que cada aplicação tem para vos oferecer e, caso vejam necessário, usem mais do que uma aplicação para tirar e tratar as fotografias!

photo-app

 

6. Evite o flash

A fotografia com flash requer capacidades que os smartphones simplesmente não têm…!! Tal como o zoom, o flash é uma opção existente, mas que não cumpre com a sua função, por isso EVITE! A emissão de um feixe de luz faz crer que transporta até ao objeto a quantidade necessária de luz para dar vida a um momento. Contudo a qualidade e a intensidade da luz emitida jamais será a ideal… Neste caso, utilizem a vossa criatividade e recriem a cena; contem a mesma história com uma imagem diferente… só não queiram tirar retratos! Aproveitem o movimento, o desfocar do objeto (arrastamento) e optem por uma fotografia mais “dinâmica”, usem outro foco de luz (um candeeiro, o reflexo da TV, …) mas esqueçam o flash do smartphone!

avoidflash

 

7. Mantenha a lente sempre limpa

Obviamente que esta dica é para os momentos que antecedem a recolha da fotografia. Um smartphone anda, por norma, no bolso das calças, do casaco ou na carteira (senhoras); lugares que não estão propriamente limpos e livres de pó, poeira, cotão e outro elementos que interferem com a qualidade da fotografia. Por outro lado, os vidros que protegem as lentes dos smartphones, não obstante da qualidade de que são feitos, são suficientemente pequenos, conferindo uma resistência elevada. Basta uma simples “passadela de pano ou papel (ou até mesmo o dedo)” para que confiram com uma outra limpeza, libertando a imagem final de elementos externos e totalmente dispensáveis.

clean-lens

 

8. Flare

O flare é um efeito causado pela incidência direta de luz na lente. Normalmente criado pelos raios de sol, passou a ser um elemento vastamente utilizado na fotografia. Pela dimensão reduzida da lente do smartphone, a propensão à captação de flares é superior num smartphone do que até mesmo nas DSLRs. Tenham em atenção os pontos de luz e procurem utilizar flares como elementos da fotografia. Facilmente conseguirão captar uma silhueta ou uma combinação engraçada de cores e formas. Mas tenham em atenção que este elemento é um “falso amigo”… tão rapidamente cria um efeito estonteante na fotografia, como a seguir pode prejudicar e até mesmo estragar uma outra fotografia. Aprendam a usá-lo em favor próprio e, caso seja mais conveniente, eliminem-no fazendo simplesmente um para-sol com a mão…

flare

 

9. Imprima

Generalizou-se a consulta de fotografia online (ou pelo menos em computador). Esta nova Era tecnológica abandonou a impressão de fotografias. Quebre essa barreira, retroceda ao “antigamente” e imprima aquelas que considera as melhores fotografias. Por um lado vai perceber que muitos dos quantos as vão ver vão ficar surpreendidos por terem sido tiradas com smartphone. Por outro lado vai fazer com que imprima ainda mais fotografias. Goze a fotografia num suporte que dá realmente gosto. Neste caso (e desculpem os ambientalistas pela “estupidez” que vou proferir, mas é pelo conceito e não pela realidade) “vale a pena abater árvores para fazer o papel”… Surpreenda-se com o resultado!

imprima-fotografia

 

10. Fotografia é fotografia

… e assim sendo continua a obedecer às regras simples da fotografia, como a regra dos terços e as regras de composição. Não importa o dispositivo utilizado; seja uma pinhole feita com uma lata, uma máquina analógica, digital ou um smartphone; “fotografia é Fotografia”!

regras-da-fotografia

 

Artigos que podem interessar

2 Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia