Blog OPINIÃO

Viver da cunha no país do “porreirismo”


Tempo de Leitura: 2 minutos

Ter uma cunha é meio caminho andado para o sucesso. Por muito que tentemos e nos esforcemos, um empurrão na altura certa pode ser o melhor investimento para o negócio da fotografia.

Viver da fotografia é cada vez mais difícil. A arte está cada vez mais facilitada, com a chegada de marcas e modelos que se esforçam (e focam) na ajuda ao fotógrafo. O material pode não ser barato, mas os estabilizadores e a inteligência artificial colocada ao dispor eleva a qualidade dos fotógrafos mais medianos. Já no terreno tudo é diferente. Por vezes, uma cunha vem mesmo a calhar.

A cunha pode-se revestir de diversas formas. Uma ascensão irregular (ultrapassando os trâmites normais), um leve fechar de olhos ou até mesmo uma ajuda desinteressada. O certo é que, em bom português, é fácil ter uma cunha.

Não funcionam nem estão disponíveis em todas as situações. Vezes há em que as desejamos e não as temos. Ainda assim, outras alturas podem ser uma excelente alavanca para uma projeção de sucesso. Um concerto onde ninguém mais teve acreditação, um casamento de uma personalidade ou até mesmo a aproximação de alguém que te ajude a ter mediatismo, podem ser situações que devemos agarrar com unhas e dentes.

É óbvio que o trabalho, … esse ninguém o faz por ti. Tens de aprender, praticar e conseguir corresponder às exigências cada vez maiores do público. Ainda assim, considera que estás numa posição que muitos desejavam ocupar.

Todos conhecemos alguém influente. Qualquer “coisa” é passível de ser fotografada. Um determinado tema é sempre de elevada importância para alguém. Um produto, um indivíduo ou um acontecimento… Haverá sempre quem valorize (por vezes de forma exagerada) o teu trabalho. Usa o meio em questão e assume a liderança. Usa o trabalho que te ofereceram como cartão de visita. Investe na fotografia, mas valoriza o contacto interpessoal.

 

Ler também


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia