Blog GUIAS RÁPIDOS

Que testes fazer a uma lente antes de comprar?


Tempo de Leitura: 3 minutos

A compra de material fotográfico é um assunto delicado. Não só pelo valor que vamos despender, mas pelo possível engano a que podemos estar sujeitos. Estes testes permitem minimizar o erro de comprar uma lente errada.

Antes de comprarmos uma lente, é comum termos o cuidado de ler sobre ela, ou solicitar aconselhamento. Dependendo do objetivo a qual se destina, é importante fazer alguns testes para a percebermos se a realidade condiz com a expectativa ou se poderemos estar a optar por uma lente errada.

Grande parte dos fotógrafos amadores ou iniciados, compra as lentes em segunda mão. Ao contrário do que acontece com as câmaras, o número de disparos não é relevante para a qualidade da lente. Já a forma como esta é/foi tratada influencia o seu valor final.

A melhor forma de testar uma lente é, sem dúvida alguma, o aluguer de material fotográfico. Empresas como a Digital Azul ou a Fragmáticos vivem do aluguer e, não obstante de termos de despender algum dinheiro pela utilização de um equipamento que não é nosso, é mais fiável do que pedir uma lente emprestada. As empresas de aluguer de equipamento fotográfico têm uma série de procedimentos rotineiros que lhes permite manter a elevada qualidade do material. Ninguém quer alugar uma lente em condições duvidosas, pelo que a limpeza e a afinação de cada objetiva é um fator fundamental. Leiam aqui as vantagens de alugar material fotográfico.

Prática

Independentemente dos anos de prática, é importante experimentar. Fotografar o mais possível vai levar-nos a entender um pouco melhor o comportamento da lente. Alguns testes extra podem ajudar-nos a perceber quais os limites da objetiva, mas sempre com base na experimentação. Depois de ter oportunidade de usar a lente desejada, não gaste tempo em “testes limitados”. Não a use apenas naquilo para que pensa que vai ser a sua única utilização. Poderá ficar surpreendido com as capacidades do equipamento.

Abertura

Use diferentes aberturas para captar uma mesma imagem. Saiba por que razão o resultado final pode variar e de que forma pode tirar partido do exercício. A profundidade de campo, permitida com lentes com maior abertura (valores de f mais baixos) permite desfocar o fundo, fazendo sobressair o objeto fotografado.

Objetos

Os objetos a fotografar não devem ser simplesmente óbvios. Fotografe pés, mãos, uma flor ou um pneu. Não olhe, neste momento, às técnicas de composição. Estamos a testar a qualidade e a polivalência de uma lente, não estamos preocupados em fazer fotografia. Use alguém que se disponha a servir de cobaia e fotografe-a. Leve-a a tomar café, a passear, ponha-a a falar com outras pessoas e fotografe. Seja um paparazzi

Distância Mínima

Nos casos das lentes Prime o zoom são os seus pés. Aproxime-se o máximo que puder do objeto e fotografe. Perceba qual a distância mínima para obter uma fotografia focada. No caso das lentes Zoom, testes as diferentes distâncias focais e analise comportamentos e distorções da imagem.

Luminosidade

A fotografia é Luz. Independentemente de outros fatores que não pretendemos menosprezar, a quantidade de luz que entra na câmara influencia a qualidade da fotografia. Use a lente em diferentes ambientes com várias intensidades de luz. Um dos grandes problemas, por exemplo, na fotografia por telemóvel é o fraco comportamento com pouca luz. Nas objetivas é igual… Um dos testes fundamentais que deve fazer é fotografar nessas mesmas condições!

Conclusões

Independentemente de outros testes que vos aprazam fazer, estes são os principais. Conforme começamos por dizer, quanto mais usarem a lente em diferentes situações e com diferentes configurações, melhor estão para decidir. As opiniões de terceiros, principalmente de profissionais, são válidas e devem sempre ser ouvidas/lidas. Contudo, a lente é para vosso uso e não deles. Queremos, com isto dizer, que determinado produto não satisfaz toda a gente e poderão haver opiniões contraditórias.

O importante é perceberem qual a vossa necessidade e ter a abertura e a hombridade de avaliar o resultado consoante o grau de satisfação proporcionado. Obviamente que uma lente para retratos não servirá o mesmo propósito que uma lente para uso diário, generalizado. Mesmo que seja uma excelente objetiva, poderá não servir para vossa satisfação.

Sejam imparciais e sinceros convosco próprios. Só assim poderão decidir se é aquela lente que procuram ou se, por outro lado, há alguma questão que gostassem de cumprir e não conseguiram. Neste caso, voltem às vossas pesquisas, escolham outra lente e voltem aos testes.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia