Blog GUIAS RÁPIDOS

Tags em todo lado, como nas Redes Sociais


Tempo de Leitura: 2 minutos

As Redes Sociais vieram impor-se e revolucionar até a nossa forma de pensar. Através da utilização de Tags, habituamo-nos a identificar tudo, para maior organização.

O artigo tende a ser tendencioso (desculpem o pleonasmo). Não pelo seu conteúdo, mas pela vertente informática que aborda. Nós por cá utilizamos o sistema operativo MacOS e é com base nele que criamos este artigo. Desculpem-nos os adeptos do Windows, mas não temos a certeza de que o “Explorer” usa Tags, como o “Finder“.

Voltando ao início, falávamos da forma como as Redes Sociais nos vieram formatar para uma nova linguagem. É comum (já foi mais….) ouvirmos os jovens, em plena conversa verbal (coisa cada vez mais rara) soltarem um LOL. Em qualquer lado recorre-se ao uso de #hashtags (ou Tags, para os amigos). Nas revistas, na TV ou noutros tipos de publicidade. Pois então, estamos perante o verdadeiro fenómeno da comunicação digital.

É fácil, é identificativo, e permite-nos encontrarmos a informação com maior rapidez. Alguém publica recorrentemente sobre determinado assunto… Querendo saber tudo o que com ele está relacionado, pesquisa-se pelas #hashtags (ou Tags). A Rede Social devolve-nos o resultado de uma forma automática, poupando-nos de uma pesquisa sequencial.

Quando os métodos são funcionais, tendemos a adaptá-los a outras situações, mesmo que em nada estejam relacionadas com as Redes Sociais. Neste caso, a Apple incluiu uma função no seu sistema operativo que nos permite estruturar todos os documentos e pastas através da utilização das chamadas Tags.

 

tags-macos

Tags (Identificadores) em MacOS

 

O processo é intuitivo e transversal para todos os sistemas operativos. Sempre que desejamos alguma tarefa em um qualquer ficheiro ou pasta, tendemos a clicar com o botão direito do rato. Pois bem, no MacOS a opção” Identificadores” aparece por estar no idioma português, caso contrário apareceria “Tags…”. E é aqui que a magia acontece!

Qual post ou tweet, a inclusão de identificadores ou Tags, permite associar palavras-chave para pesquisa futura. No caso de um fotógrafo colecionador de imagens, esta função é altamente produtiva.

 

tags-macos

 

Para além das normais, e mais utilizadas, o utilizador tem a possibilidade de acrescentar novas Tags. Assim, cria uma dinâmica de organização que facilita o processo de pesquisa. Esqueçam os nomes “codificados” para as pastas das vossas fotografias. Utilizem este método simples e eficaz. Vão ver que poupam bastante tempo.

Para os adeptos da Microsoft, podem indicar-nos como organizam as vossas fotografias. O Windows também permite #hashtags? Qual o vosso método?


Artigos que podem interessar

1 Comentário

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia