REVIEWS

Strap, fita, cinto ou “whatever…”


Tempo de Leitura: 3 minutos

Nunca soube muito bem como chamar àquela coisa que usamos para por a máquina ao pescoço. Sei que o nome original é strap e é esse que normalmente uso, mas há sempre alguém que me olha de lado e diz que “tenho a mania que sei falar inglês”… ao que tenho de responder “strap, cinto, fivela, fita, …. aquela cena para por a máquina ao pescoço!“. Curiosamente recebo sempre um “ahhhh” de resposta, mas nunca me dizem o nome que dão a esse acessório pelo que o meu problema é recorrente!

Adiante! Todos sabem que sou fã da PEAK DESIGN. Não sei bem porquê, desde há 3 anos que desenvolvi uma proximidade grande com a marca. Tive a oportunidade de experimentar um clip para prender e manter as câmaras em segurança e, desde então, a PEAK DESIGN foi ficando… Para os que não sabem, eu fazia fotografia de vela e então o Capture Pro permitia-me manter a máquina segura, junto ao corpo, sempre que me deslocava de barco. Como calculam, as oscilações no mar podem ser grandes e a tendência para que a máquina nos caia é elevada. Talvez por considerar que, por tantas vezes, poderia ter ficado sem a máquina não fosse o Capture Pro, que acabei por criar uma “relação” com esta marca.

CapturePro

Capture Pro Clip de cinto

Bem, mas não estamos aqui para falar do Capture Pro, mas sim do slide (é o nome que a PEAK DESIGN dá ao seu strap). Não só pela razão que me leva a ter uma proximidade com a PEAK DESIGN, mas também para evidenciar a qualidade dos produtos que tem, referi-me ao Capture Pro para iniciar a abordagem ao slide. Na mesma linha de qualidade esta fita tem 3 caraterísticas de excelência: Segurança, Conforto e Adaptabilidade.

 

Segurança

Neste capítulo é importante referir 2 aspetos fundamentais: os materiais usados e o método de “ligação” com a câmara. Sinceramente não sei de que material é feito, mas parece-me algo estupidamente resistente (nylon, … sei lá!). Por outro lado, utiliza um sistema próprio para “ligar” ou “desligar” da máquina. Os Anchor Links são conetores que, instalados na câmara, permitem uma ligação perfeita com o slide. Seguros, mas simples de utilizar, permitem ser utilizados com uma mão apenas. Imaginam o tempo que poupamos sempre que queremos por ou tirar o strap da câmara?

Anchor Links - Sistema de prender/soltar o Slide

Anchor Links – Sistema de prender/soltar o Slide

Conforto

Relativamente à construção, este acessório não contempla qualquer remendo ou costura, fator permite reduzir o mau estar quando estamos longos períodos de tempo com a máquina ao pescoço. O facto de ter uma superfície agradável ao toque e uma área ligeiramente almofadada aumenta a estabilidade e o conforto durante a utilização. Este slide pode assumir a função de 2 outros acessórios distintos, com 3 funções:

  • a fita, normal e que acompanha qualquer câmara e serve para colocar o equipamento ao pescoço;
  • (novamente) a fita que permite andar com a câmara ao ombro, tipo pasta, caída…;
  • e o Slider que transporta o peso da câmara do pescoço para o ombro pois é para ser usado a tira-colo;

O slide da PEAK DESIGN tem, de um dos lados, duas faixas de borracha que servem para criar tração com a roupa, ou seja, de um dos lados o slide é “normal”, mas se o torcermos e colocarmos a outra face em contacto com a roupa, deixamos de ter o incómodo de a máquina estar sempre a escorregar pelo ombro, graças à faixas de borracha que referi.

 

Adaptabilidade

Não há nada melhor que um sistema que facilmente permita adaptar o tamanho do strap às necessidades. Estando com a câmara ao pescoço preciso de uma distância menor do que se a tiver a tira-colo. Assim, sem necessitar sequer de tirar a câmara da sua posição original, a PEAK DESIGN inventou um sistema que permite aumentar e encurtar o tamanho da fita. Por outro lado, caso passemos a câmara a outra pessoa (maior ou mais pequena que nós, é indiferente) o processo de ajuste é praticamente inexistente.

Promocionalmente esta marca está a fazer um excelente trabalho, mas parece que a sua entrada em Terras de Luís Vaz de Camões está a ter alguma resistência. Como alguém uma vez dizia “Isto não é um produto caro; custa é dinheiro” e se considerarmos a poupança que fazemos perante uma solução mais barata, mas que nos pode trazer dissabores futuros, considero o investimento como sendo uma excelente aposta.

A marca fez ainda um outro vídeo, menos promocional e mais explicativo….

Não sendo um produto que está à disposição de todos “do pé para a mão” não é nada de extraordinário. Considerando que o conforto e a segurança deverão estar sempre considerados em qualquer compra, os USD$60 (sensivelmente 53€) podem ser considerados no orçamento do próximo mês.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia