GUIAS RÁPIDOS

Promover a Fotografia com estas 5 dicas


Tempo de Leitura: 4 minutos

Com o final do ano a chegar mais próximo, as nossas pretensões de vingar na fotografia começam a sair goradas. Aprende a promover o teu negócio com estas 5 dicas…

Não conheço fotógrafo que não queira ganhar dinheiro com a fotografia. Os profissionais querem manter, ou crescer, com o negócio. Já os amadores anseiam começar a lucrar com aquela que é a sua verdadeira paixão. Por muito planos que façamos, nunca vamos conseguir fazer parte da elite que vive às custas da fotografia. Assim, com estas 5 dicas básicas, podes promover o teu hobby de modo a te encaminhares para a profissionalização.

Já muito foi dito neste campo, já aqui foram abordadas ações promocionais e de publicidade que deves executar, em prol da divulgação. Contudo, estão sempre a surgir novas ideias. Esquece as novas tendências e as novas objetivas do mercado. O que tens de fazer resume-se a muito pouco; diria até a uma simples palavra – foco!

 

Controla a tua Agenda

Um profissional deve ter um dia planeado. Deve saber quando, onde e o que tem para fotografar. Os utensílios que nos rodeiam servem para muito mais do que apenas mostrar que “vivemos bem” e que estamos a par da tecnologia. Sim, estou a falar dos smartphones. Essas caixas que fazem “30 em 1” têm uma aplicação que se chama “Calendário” (ou agenda). Enquanto anseias pelos dias mais lucrativos, habitua-te a usar este tipo de auxiliar. Nada pior há do que um cliente ligar a solicitar uma data e tu não estares à vontade com as tuas marcações. Deves saber quando vais fotografar e se, eventualmente, consegues “encaixar” mais uma sessão na data sugerida. Esquece o “hummmm, deixe-me consultar a agenda e ligo de volta a confirmar!” Esquece! Enquanto ligas e não ligas, o cliente já contactou outro fotógrafo. Não tens de conhecer a agenda de cor, mas pelo menos deves ter forma de a consultar de uma forma imediata.

 

Responde aos Emails

Parece óbvio, certo? Pois bem, há quem não o faça… Ou seja, fazem-no, mas nunca atempadamente. Se alguém nos pergunta alguma coisa, aguarda pela resposta. Assim que receberem um email, tratem do assunto. Lembrem-se que, assim como vocês receberam uma mensagem, outros também a poderão ter recebido. Nestes casos, o tempo de resposta poderá indicar interesse, disponibilidade e vontade de trabalhar. Promover é comunicar e é importante que se mantenham atentos e organizados (também) com esta ferramenta. Organizem os vossos emails por pastas, usem marcadores para identificar as etapas em que cada assunto se encontra e sejam regulares na consulta do email. Mais uma vez, a caixa mágica (não, não é a TV, … no Sec XXI a “caixa mágica” é o smartphone) que vocês utilizam para fazer chamadas e recolher algumas fotografias, também serve para consultar o email! Se não sabem usar, prendam, … mas façam uso das ferramentas disponíveis.

 

Comuniquem para o vosso público

Tudo o que vier à rede é peixe, e na fotografia ainda existe um pouco a ideia de que “tudo” é fotografia. Nós, os que estão do outro lado da máquina, sabemos que é muito mais do que carregar num botão, mas para o cliente, fotografia é uma única área. Para eles não existe fotografia de desporto ou casamento; batizado ou social, e selfies e fotojornalismo serão porventura sinónimos. Fotografia é fotografia e quem fotografa um casamento também faz sessões para animais de estimação. Compete-nos a nós mostrarmos as diferentes áreas na fotografia e, ao promovermos o nosso negócio, devemos comunicar para o nosso público. Utilizando os meios existentes, seremos nós os responsáveis por delimitar a nossa ação, restringindo-nos apenas ao que pretendemos fazer. A título de exemplo, até porque é tão óbvio que se torna difícil de explicar, eu não vou anunciar num site de desporto automóvel, que faço fotografia de casamento. Por outro lado, anunciar os meus préstimos de fotografia de desporto parece já estar enquadrado.

 

Define objetivos

Esqueçam as passas que comem às 12 badaladas na passagem do ano. Sejam realistas e definam 3 ou 5 objetivos que pretendem cumprir durante o ano. Escrevam-nos numa folha de papel e olhem para eles todos os dias. Pensem o que fizeram “ontem” e o que vão fazer “hoje” para a concretização dos mesmos objetivos. Sonhem, mas percebam o limite do vosso sono. Anseiem e vivam na ilusão de cumprirem com o estipulado. Preparem-se para cair, mas estejam sempre prontos para se levantarem. As dificuldades existem sempre, mas se estivermos focalizados, mais facilmente retomaremos ao rumo que tivermos definido.

 

Imprime

A impressão não serve apenas para gastar dinheiro e ocupar espaços vazios na parede de casa. Por muita perceção que tenhas no computador, uma fotografia impressa “fala” de outra forma. Prepara uma exposição… Imprime em grande formato. Olha, lê e vive cada fotografia impressa. Promover o negócio passa por mostrar trabalho. Passa por ter algo palpável. No final, quem sabe não consegues vender um quadro que, em formato digital, não passaria por simplesmente mais uma grande fotografia? Está impresso, emoldurado, é pagar e levar. É muito mais simples e passível de realizar capital (chegando ao ponto em que compensa promover o teu negócio). Investe numa impressora profissional ou, caso aches melhor, procura um laboratório que faça esse tipo de serviço.

 

Todas as ações que conseguires identificar como sendo vantajosas para um qualquer negócio, adapta-as à tua realidade. O mundo da fotografia não vive apenas e só da fotografia (per si). Tens de ter noções de outras áreas de modo a poderes dar a resposta certa a cada cliente. Tens de ter cuidado ao escrever, cuidado com a tua página de facebook, cuidado com a própria forma como te vestes e apresentas em público. Estou certo que outras dicas virão num futuro próximo. Até lá, fica com estas 5. São simples mas bastante poderosas.

 


Artigos que podem interessar