GUIAS RÁPIDOS

Panorama Puzzle


Tempo de Leitura: 3 minutos

A fotografia panorâmica pretende mostrar uma visão mais ampla de uma determinada paisagem. Vertical ou horizontalmente, esta fotografia de grande formato envolve o indivíduo num detalhe e numa quantidade de informação visual que quase o transporta para o local onde originalmente foi fotografada.

 

Rio Douro - Vista do Palácio de Cristal. Fotografia: Nuno Machado

Rio Douro – Vista do Palácio de Cristal. Fotografia: Nuno Machado

A fotografia digital, para além de massificar a utilização de equipamentos fotográficos, de possibilitar o surgimento de novos fotógrafos e de reduzir os custos de revelação, permite também colocar em prática algumas técnicas que requeriam inicialmente prática e perícia. A fotografia panorâmica obtém-se a partir da junção de várias fotografias individuais que, colocadas numa determinada ordem, dão origem a uma paisagem abrangente. Mais uma vez, a digitalização da fotografia (o processo de tornar a fotografia digital e não o acto de digitalizar uma fotografia, entenda-se), permite e facilita a utilização de programas informáticos na obtenção de um resultado mais adequado ao gosto pessoal do fotógrafo.

Programas como o Photoshop e o Photoshop Lightroom são utilizados como câmara de revelação e como “cartola” de onde o fotógrafo retira as suas obras de arte que apresenta ao público. Afinam-se cores, enfatizam-se detalhes, recorta-se e enquadra-se a imagem para que o resultado seja o mais apelativo possível.

Horta da Vilariça - Torre de Moncorvo. Fotografia: Nuno Machado

Horta da Vilariça – Torre de Moncorvo. Fotografia: Nuno Machado

À semelhança de tudo o resto, na fotografia nada mais há a inventar. Aqui o objetivo é utilizar técnicas que, aplicadas a um propósito diferente, resultem em imagens “diferentes”.

Artistas como o Daniel Camacho (fotógrafo que tivemos já a oportunidade de entrevistar e cuja entrevista está programada para ser publicada no dia 18 de novembro) apresentaram um novo conceito de fotografia panorâmica. Não tendo sido o primeiro a fazê-lo, foi quem me “mostrou” esta nova apresentação de fotografia panorâmica.

Praça Luís de Camões - Guarda. Fotografia de Daniel Camacho

Praça Luís de Camões – Guarda. Fotografia de Daniel Camacho

Esta nova forma de apresentação assenta na técnica informática de constituição de uma fotografia panorâmica … mas interrompida! Qualquer programa que permita fazer panorâmicas, ajusta e alinha as fotografias antes de as retocar e “colar” de modo a construírem uma única imagem. Ao interrompermos esse processo temos uma criação diferente, mais artística se assim se pode dizer.

Aquilo que à primeira vista possa parecer complexo (até por lhe chamar “panorama puzzle“) é na realidade muito simples. O processo, independentemente do que se pretenda fazer, é recolher as fotografias para a construção da panorâmica. Considerem que quantas mais fotografias tirarem, melhor será a qualidade do produto final.

No caso que vos apresento, foram recolhidas 16 fotografias para a construção de uma “panorama puzzle” da Ponte da Arrábida – Porto. Com as fotografias no computador, abrimos o Adobe Photoshop. Escolhemos a opção “Arquivo” – “Automatizar” – “Photomerge”

Captura de Tela 2015-11-09 às 16.11.31

De seguida escolhem-se as fotografias que fazem parte da imagem final e deveremos ter o cuidado de selecionar a opção “colagem” (em layout) e desativar a opção “Mesclar Imagens Juntas”.

Captura de Tela 2015-11-09 às 16.17.13

Por curiosidade, esta última opção de “Mesclar Imagens Juntas” é a que permite nivelar a qualidade das diferentes imagens e apresentar uma única imagem como produto final, criando a panorâmica “tradicional”…

Depois de clicar no botão de “OK”, o Photoshop desencadeia um conjunto de processos e procedimentos até que apresenta o produto final.

Captura de Tela 2015-11-09 às 16.16.43

Com a nossa “panorama puzzle” criada, apenas nos resta fazer alguns ajustes individualizados, de modo a melhorar a qualidade final da imagem. Colocar um fundo (branco, por exemplo) e uma marca de água, para depois exportar esta obra de arte.

Pratiquem e partilhem as vossas “panoramas puzzle”.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia