GUIAS RÁPIDOS

Os benefícios dos Social Media para fotógrafos amadores e profissionais


Tempo de Leitura: 4 minutos

por Liliana Teixeira

 Sendo ou não profissional, grande parte de nós que tem a paixão de fotografar, pode beneficiar enormemente em usar os Social Media. As Redes Sociais estão demasiado entranhadas no nosso dia a dia para nos podermos dar ao luxo de as ignorar. A verdade é que (quase) todos nós temos contas no Facebook ou no Instagram, mas há um mundo muito maior a explorar. Cada uma destas plataformas tem um carácter muito próprio e pode ser usada não só para fins pessoais mas também para promover o nosso trabalho, negócio ou marca, assim como para partilhar e obter informação muito relevante que pode enriquecer tudo o que fazemos.

 

Obter inspiração e informação relevante

Uma ótima forma de melhorar a nossa atividade passa muito por ver o que os outros estão a fazer. Saímos da nossa rotina e temos uma maior percepção da extensão de criatividade que outros podem ter, podemos retirar grande inspiração e aplicá-la ao nosso estilo e às nossas ideias, sem plagiar o trabalho de outrem. No entanto, não me refiro a estar atento ao que os grandes profissionais fazem, não descorando com isto a importância de seguir fotógrafos de renome, mas a meu ver há grande valor em observar os nossos pares. Ou seja, descobrir o que outros olhos veem e outras objetivas captam e apoiar aqueles que como nós se dedicam a esta atividade. Para além disso, fazer parte de uma comunidade onde podemos expor dúvidas, pedir conselhos e comentar a atualidade é sempre benéfico (alias é também este o objetivo do Foto Guru).

 

Criar uma marca e partilhar o nosso trabalho nos Social Media

Começar a usar estas plataformas de forma eficaz nem sempre é fácil. Com todas as opções que temos disponíveis nos dias de hoje, tentar comunicar pode ser intimidante. A questão é: que redes sociais escolher e como o fazer. Um dos maiores erros frequentemente realizado é usar estes meios exatamente da mesma forma, quando todos têm funções bastante distintas. Na verdade, às vezes a inação acaba por ser mais fácil do que uma ação bem planeada, mas agir é bem mais simples do que pode parecer. Claro está que a utilidade destes meios irá depender dos nossos objetivos pessoais como fotógrafos, no entanto com um pouco mais de conhecimento, os Social Media não têm de ser uma total perda de tempo.

O primeiro passo é criar uma conta nas plataformas onde queremos estar presentes, para postar o nosso conteúdo fotográfico. Evita confusões, comunica o que queremos (sem estarmos a passar informação que pode ou não ser privada e em nada está relacionada com a fotografia) e permite também criar uma comunidade de seguidores que acompanham e nos dão um feedback em tempo real sobre nosso trabalho.

Em seguimento é necessário dedicar algum tempo a compreender a dinâmica de cada Rede Social onde queremos marcar presença, como por exemplo:

 

Facebook

Claramente quando pensamos em Redes Sociais em Portugal a primeira que nos vêm à cabeça é o Facebook. O que é procurado neste contexto é um cunho pessoal, ou seja os utilizadores procuram fotografias interessantes, de qualidade mas com algum contexto (como por exemplo algum tipo de texto introdutório que explique a ação). Esta rede social permite um acesso fácil a grande parte do nosso trabalho, a par de tornar possível facultar aos interessados informação importante acerca do que fazemos e de quem somos, melhor dizendo a nossa história. Todavia, um grande problema desta plataforma é a quantidade excessiva de informação que nos aparece no feed, muitas vezes pouco relevante.

 

Instagram

Uma ação no Instagram requer uma mensagem muito mais clara do que no Facebook. Nesta rede social uma imagem diz mais que mil palavras e em poucos segundos decidimos se aquela fotografia é algo que nos agarra ou não. Mais do que isso, idealmente o objetivo do Instagram é a partilha de parte do nosso dia a dia. Ou seja imagens em “tempo real” de experiências vivenciadas. Neste contexto ser transparente e genuíno é chave e a qualidade de imagem não é tão relevante.

 

Pinterest

O Pinterest pode ser uma ferramenta fantástica para um amante de fotografia. Já que permite criar “quadros” de categorias onde podemos dividir o nosso trabalho de forma a facilitar a sua consulta. O utilizador do Pinterest tem um forte interesse em ver as imagens com mais detalhe e existe uma probabilidade muito grande de o mesmo clicar no link da imagem postada de forma a visitar a sua origem (a qual pode ser outra rede social, site, etc.). Esta plataforma permite expor conteúdo de qualidade de forma menos superficial, comparativamente a outros meios, e é uma ótima ferramenta para aumentar o trafego de um site, blog, entre outros.

 

Por fim, a chave para iniciar qualquer atividade nestes meios de comunicação passa por três princípios básicos: posts regulares; material que capte a atenção rapidamente, seja relevante e coerente e por último a Interação com os nossos seguidores, por outras palavras, seguir aqueles que nos seguem, responder ás suas dúvidas e conversar até sobre assuntos em comum é um dos fatores mais importantes para o crescimento de uma relação de proximidade e o aumento de notoriedade de uma página.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia