Blog GUIAS RÁPIDOS

Nunca limpar as lentes… Pelo menos se o vais fazer mal!


Tempo de Leitura: 3 minutos

Limpar as lentes faz parte da manutenção do equipamento. Todos aconselham a fazê-lo, mas nem todos nos ensinam a melhor forma.

O melhor é termos cuidado e, em caso de dúvida, não devemos prosseguir com a limpeza das lentes. Independentemente da importância ou da capacidade técnica do corpo que vamos usar, as lentes são (talvez) o elemento mais importante. Assim, se não as vamos limpar direito, mais vale não o fazer de todo.

Poucos são os sites ou os locais onde conseguimos obter informação fidedigna de como limpar uma lente. Se somos aventureiros, então confiamos num qualquer vídeo que foi publicado no Youtube. Contudo, consideramos que as lentes são elementos demasiado caros para que arrisquemos. Uma coisa é certa, se vais limpar as tuas lentes, por favor nunca faças uma destas 5 operações:

Utilizar o mesmo pano (microfibra) várias vezes

Não conseguimos garantir o número máximo de vezes que podemos usar o mesmo pano. Contudo, uma coisa é certa… Dependendo da sujidade da lente, o número de utilizações desce. Ou seja, o pano de microfibra serve para limpar essencialmente a parte exterior da lente. Agarra facilmente a sujidade e, mesmo que impercetível ao olho humano, vai acumulando inúmeras impurezas. A utilização do mesmo pano sobre o vidro poderá levar à criação de “riscos misteriosos” que prejudicam a “saúde” e a qualidade da lente.

O mesmo papel (ou lenço) em várias lentes

Esquece! Uma vez que acabes de limpar o vidro de uma lente, o pano/papel/lenço deve ir diretamente para o lixo. Esta não é uma questão de marketing para que as marcas vendam, continuamente, elementos de limpeza. Não! A razão é a mesma que descrevemos no ponto anterior. Há uma quantidade exorbitante de micro partículas que uma vez alojadas no vidro de uma lente ou não saem, ou riscam. Mais vale prevenir que remediar. Lembra-te que o preço da poupança não cobre o valor de uma lente (mesmo usada).

Usar spray de limpeza diretamente na lente

Não! Não! Não! Um procedimento destes, por muito inofensivo que possa parecer, causa danos irreparáveis numa lente. Mesmo que em quantidade muito pequenas, há sempre uma percentagem do líquido de limpeza que pode penetrar entre as juntas. A presença deste tipo de produtos no interior de uma lente causa condensação.

Pincéis

Os pincéis são bons, mais uma vez, para o exterior. O vidro e os elementos mais delicados devem ser mantidos longe deste monte de pêlos. Os pincéis não limpam, deslocam a sujidade de um lado para o outro. Uma vez na parte exterior da lente, o mais provável é que caiam ao chão, mas se for no vidro, há uma forte probabilidade de riscar.

Ar enlatado (pressurizado)

Uma das mais usadas técnicas de limpeza é com recurso ao ar pressurizado. Não é desaconselhável que o façam, mas se o fizerem jamais abanem a lata enquanto estão a libertar ar. Por outro lado, a lata deve estar a uma distância de segurança e devem ser usado períodos curtos de ação. Mesmo que pareça um exagero, entre as utilizações (curtas) limpem o local por onde sai o ar. O abuso (e má utilização) deste método de limpeza pode danificar a lente.

 

Para breve segue um artigo sobre o método correto para limpar uma lente. Para já, fiquem com este alerta!


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário