Blog DESAFIOS INSPIRAÇÃO OPINIÃO

A máquina que todos deviam (pelo menos) experimentar


Tempo de Leitura: 3 minutos

A utilização de máquinas fotográficas analógicas trazem-nos boas memórias, mas também boas práticas. A máquina de que aqui falamos é um excelente exemplo.

Esta não é uma review de qualquer máquina fotográfica, nem tão pouco um post patrocinado (embora não se perdesse nada…). A Instax Mini90 é perfeita para o que pretendemos realmente anunciar: A utilização da fotografia instantânea na evolução do fotógrafo.

As câmaras analógicas estão relativamente baratas e podem ser encontradas à venda em sites como OLX, Custojusto, Amazon, Ebay, … Enfim, um pouco por todo o lado. Ainda assim, há sempre quem prefira uma câmara nova. Neste caso a Instax Mini90 foi a que escolhemos para nós.

O que começou por ser uma brincadeira, rapidamente deu frutos no mundo digital. Brincar aos fotógrafos não é fácil quando existem custos associados. A revelação das fotografias pode fazer com que muitos se afastem desta prática. Contudo, é sem dúvida a melhor opção para quem quer evoluir. Senão vejamos…

Assertividade

Quantidade não significa qualidade. Se utilizamos o burst mode para captar n fotografias e, posteriormente, escolher a melhor, não estamos a treinar… Ao pensarmos nos custos de cada fotografia, temos de reduzir  quantidade de disparos. Enquanto no analógico isso se revela em poupança, no digital transforma-se em menos fotografias para tratar, menos fotografias para escolher, menos tempo em frente ao computador e maior rapidez na entrega dos nossos trabalhos aos clientes.

Custo

Já referimos anteriormente a segunda vantagem que aqui apresentamos. As câmaras, menos as novas como a Instax Mini90 (ou outros modelos) custam menos do que uma objetiva nova para a vossa DSLR. É um investimento que traz frutos efetivos. Se optarem por uma usada, a poupança pode, ainda, ser maior. É importante percebermos igualmente o custo dos acessórios. Cada fotografia, numa Instax, pode custar cerca de 1€. “duzentos paus” por uma fotografia é tudo menos barato, é certo, mas é por isso que a Assertividade vem primeiro. Reduzindo o número de disparos, treinando o olhar e o momento, podemos minimizar oi impacto que cada fotografia causa no nosso orçamento.

Tempo de Revelação

Nas máquinas instantâneas, o tempo que nos leva a podermos efetivamente ver o resultado da fotografia que acabamos de tirar é muito reduzido. Não é imediato, mas quase… O mesmo se passa com as câmaras digitais. Por outro lado, no que concerne ao analógico de rolo, o tempo é bastante mais extenso. Demora mais tempo a encher um rolo para posteriormente o mandar revelar. Este processo, per si, também não é imediato. Assim, caso seja necessário fazer algum ajuste às configurações da máquina ou corrigir enquadramentos, fica muito mais difícil pois ou perdemos a oportunidade ou já nem nos lembramos que configuração tínhamos…

Enquadramento

Não havendo lugar a pós produção o enquadramento é um aspeto a levar em consideração. A prática aguça o engenho e a evolução que sentirão neste campo será brutal. A poupança de tempo na pós produção dar-vos-á para outras tarefas.

Entusiasmo

Qual o vosso estado e espírito sempre que carregam no botão? Não acho que deva ser o único, mas fico sempre mortinho por ver como saiu a fotografia. Pois bem, aliado a toda esta prática, a excitação e o entusiasmo que colocamos em cada clique faz com que nos sintamos vivos e a desenvolver uma relação com alguma coisa (neste caso com a fotografia). É tão bom ver as crianças quando recebem um novo brinquedo… É este o sentimento, é esta a excitação!

Aspeto Cool

A moda é algo incapaz de se dissociar de quase todas as ocasiões. Hoje é fixe não fumar, contrariamente ao que acontecia há uns anos. Hoje o fixe é ter uma câmara retro. Hoje é fixe fazer fotografia analógica. Contrariar toda uma tendência vai fazer-nos sobressair por entre a multidão. Talvez seja essa evidência que vos/nos falta para termos alguma projeção. É fixe ser (e estar) fixe.

 

É obvio que as razões aqui apresentadas foram escolhidas para ilustrar a forma como a fotografia instantânea influencia a qualidade do nosso workflow. Outras razões darão para denegrir a imagem desta câmara que nós escolhemos para uso pessoal ou eventualmente para justificar a não escolha deste processo evolutivo. Não queremos que pensem que estas são as únicas e/ou as melhores caraterísticas da Instax Mini90. Como referimos é apenas a máquina que usamos. Nós adoramo-la, mas não significa que não possam ter uma opinião diferente… Só para deixar bem claro!


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia