Blog GUIAS RÁPIDOS

Magia! Se eu soubesse disto, tinha sido diferente


Tempo de Leitura: 2 minutos

As máquinas existem para nos servir e nos auxiliar nas tarefas mais difíceis. Fotografar alvos em movimento nem sempre nos devolve a imagem idealizada. Só por um toque de magia conseguiremos focar o objeto, de forma nítida.

A minha câmara é uma Canon, mas as verdades universais são aplicáveis também às outras marcas. Uso uma Canon 6D e não é a primeira vez que quero tirar uma fotografia que fica desfocada. Uma criança a brincar ou até mesmo um musico/cantor durante um concerto. Por vezes gostava de ser um Houdini para aplicar um golpe de magia e conseguir aquela imagem que acaba por escapar.

O tema não é novo, mas confesso que nunca lhe tinha dedicado muito tempo, nem tão pouco tinha percebido como funciona. Na realidade o processo é bastante simples e ainda mais vantajoso.

Na parte traseira da minha câmara existe um botão que tem a inscrição “AF-ON” (Autofocus ON). Mas para que serve? Como se usa? Fará assim tanta falta?

Imagem retirada da Internet

 

Autofocus ON (AF-ON)

Os princípios básicos da composição e da configuração de abertura, velocidade e ISO continuam a ser fundamentais. Contudo, o sujeito pode movimentar-se, fazendo com que o ponto de foco se perca. É então, aqui, que entra o AF-ON.

Depois de selecionarem o ponto de foco, cliquem (e mantenham pressionado) este botão. Parece magia, mas sempre que algo de diferente acontecer, a câmara vai refocar a área que estiver sobre o ponto de foco escolhido.

Imagem retirada da Internet

Ou seja, imaginemos que estamos a fotografar … surf! Temos a foco um surfista que aguarda uma onda. Sentado em cima da prancha, olha para o horizonte na esperança que a próxima onda se forme.

Entretanto, mais ao lado, está um bodyboarder que se prepara para apanhar uma (outra) onda. Desde que movamos a câmara de forma a enquadrá-lo no mesmo ponto de foco que tínhamos previamente definido para o surfista anterior, o foco ajusta-se automaticamente. Aparentemente esta verdade não traz nada de novo, mas se considerarmos que o alvo está em movimento e que as distâncias são obrigatoriamente diferentes, é fácil perceber a rapidez com que um objeto sai fora de foco.

Pode, aparentemente, não vos parecer uma grande novidade ou inovação. Pode até mesmo não se revelar numa grande dica aqui da FOTO GURU, mas o certo é que, usado nas condições certas, este botão faz milagres; é pura magia!

 

Ler também


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia