GUIAS RÁPIDOS

Ganhar dinheiro com a fotografia (Parte I)


Tempo de Leitura: 5 minutos

Fotografar é um hobby; um passatempo. Para todos os que não vivem da fotografia, sustentar este vício pode tornar-se complicado. Os equipamentos são caros, vastos e para termos uma solução ideal teríamos de despender de muito dinheiro. Não tenha sido esse o principal propósito da criação deste projeto…

Para minimizarmos os prejuízos, e como forma de elevarmos no nosso ego enquanto fotógrafos, nada melhor do que ver reconhecido o nosso trabalho. Inicialmente ficamos contentes com o reconhecimento dos nossos amigos, depois de desconhecidos, mas nada melhor do que sentir que somos verdadeiramente compensados com o que mais gostamos de fazer. Assim, aqui são apresentadas 7 formas de podermos lucrar com o mundo da fotografia.

1. Microstock Photos. Estes sites existem como forma de comprar fotografias a um custo reduzidos. Para os clientes esta é uma forma de adquirir fotografias profissionais a preços consideravelmente mais baixos. Por outro lado, há a possibilidade de, vários clientes para vários trabalhos, adquirirem a mesma fotografia, mas esse é um custo a pagar pela utilização de soluções menos profissionais. Atenção, neste ponto entenda-se “menos profissionais” no sentido da não contratação de um serviço fotográfico dedicado e especifico para um trabalho em concreto, mas a utilização de imagens de um banco de imagens.

Microstock Photos ou Bancos de Imagens

Microstock Photos ou Bancos de Imagens

2. Fotógrafo secundário. Trabalhe a sua rede de contactos, aprenda com quem já tem nome na praça e “ofereça-se” para trabalhar como fotógrafo secundário. Todos nós conhecemos um fotógrafo de casamentos… Neste tipo de eventos é normal que a ação ocorra em dois locais distintos: o local onde estão os noivos e onde está o grupo de amigos que verdadeiramente anima a festa.  Aqui tem uma possibilidade de brilhar! Obviamente que a sua posição será junto dos amigos dos noivos e não com os pilares da festa, mas ainda assim pode dar-se a conhecer e ganhar experiência.

337620_340970032604468_132677760100364_1130164_1236868791_o1-680x453

Fotógrafo secundário. Foto de Bethany Carlson

3. Venda de fotografias. Um fotógrafo fotografa… fotografa pessoas, paisagens, animais, … tudo que mexe (e não mexe também). Publique as suas fotografias e perceba quais as que têm maior audiência e imprima. Comece por ter fotografias suas nas paredes de casa, mostre-as aos seus amigos pois estes poderão ser os seus primeiros clientes. Posteriormente utilize as redes sociais e venda as impressões em grandes formatos. Utilize mais que um tamanho e mais do que um suporte (tela, papel, madeira, …)

Venda de fotografias em grandes formatos

Venda de fotografias em grandes formatos. Foto de Mário Monteiro Fotografia

4. Crie e venda um e-book. E-book é um livro digital. Digital porquê? Para minimizar custos de produção. Ainda assim a criação e a montagem de um livro digital requer conhecimentos técnicos que poderá não ter e, nesse caso, deverá recorrer a um profissional. Contudo, esta ideia pretende possibilitar a divulgação do seu trabalho numa vasta rede de possíveis compradores. Mas lembre-se que na sua posição deverá levar em conta que terá de criar o desejo aos compradores. Não é um fotógrafo conhecido, não tem trabalhos publicados, não tem nome na praça? Estude a melhor forma de criar curiosidade! Apenas assim conseguirá lucrar com um projeto desta envergadura.

e-book

e-book

5. Sessões fotográficas. Se tem um estúdio ou um local que possa facilmente transformar e utilizar para sessões fotográficas, convide alguns amigos para uma sessão gratuita. Muitos são contra trabalhar de graça, mas por outro lado pode funcionar a seu favor. Tenha atenção quem convida. Já que vai trabalhar pro bono, faça uso dos seus contactos que lhe possam trazer maior rentabilidade. Escolha gente influente, personalidades (caso conheça alguma ou consiga chegar a até elas), alguém conhecido na sua comunidade local, … Aproveite alguma amiga que esteja grávida e ofereça uma sessão pré-natal! Use a sua imaginação e lembre-se que os contactos são para serem usados. Pense grande!

Sessão fotográfica

Sessão fotográfica

6. Fotografe em bares e discotecas. Assistimos a um crescente aparecimento de blogs sobre os mais variados temas. Regularmente aparecem anúncios para fotógrafos em part-time/freelancer para registar festas em espaços de diversão noturna. Outros têm o seu próprio fotógrafo que aconselham aos clientes quando há lugar a festas privadas ou eventos corporativos. Procure chegar ao contacto com as pessoas do meio, os decisores e recrutadores de fotógrafos e apresente-se; disponibilize-se para desenvolver trabalho para o blog ou para ficar em stand-by para uma eventualidade. A fotografia nestes locais não é a mais simples, mas possibilitar-lhe-á treinar técnicas e práticas fotográficas que apenas em situações mais avançadas terá a possibilidade de o fazer. Por outro lado, requer outro tipo de material fotográfico como flash, mas não deixe que isso seja impeditivo. Peça emprestado, alugue, … o importante é realizar trabalho e com isso ganhar dinheiro, notoriedade e garantir a possibilidade de um trabalho futuro.

Fotografia de diversão noturna

Fotografia de diversão noturna

7. Concursos. Os concursos e desafios servem para praticarmos quando não temos capacidade de nos desafiar. Usamos os temas propostos e tentamos captar a melhor imagem que revele um sentimento, uma ação ou outra situação reveladora. Os concursos, por norma, são patrocinados por marcas de material fotográfico (máquinas ou acessórios para fotografia). Neste caso, os concursos podem ser uma possibilidade para ganhar algum dinheiro. Temos os concursos mais sérios que premeiam em dinheiro e depois temos os que utilizam material fornecido pelas marcas que serve para premiar a fotografia vencedora. No caso dos concursos remunerados, é obvia e direta a vantagem, mas nos últimos temos de dar um pouco (mas não muito) asas à imaginação. Caso interesse, ficamos com o prémio e é sempre dinheiro em carteira (não o gastamos para comprar aquele equipamento) ou vendemos e tentamos realizar algum capital. De uma forma ou de outra, é bastante mais lucrativo do que ficar indiferente!

Concursos fotográficos

Concursos fotográficos

Mais opções virão, mais ideias para rentabilizar a nossa dedicação. Já que dispensamos tempo à fotografia, façamos com que seja rentável juntando o útil ao agradável.


Artigos que podem interessar

2 Comentários

Deixe um Comentário

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia