Blog GUIAS RÁPIDOS

Falhar na fotografia: O Manual Completo

falhar-fotografia

Tempo de Leitura: 3 minutos

Fotografar requer conhecimento. Não exige curso superior, mas também não nasce connosco. Para falhares enquanto fotógrafo, só tens de seguir estes passos…

Contrariamente ao que se julga, nem todos são fotógrafos. Por outro lado, nem todos os fotógrafos têm (ou ambicionam) ser profissionais. Ainda assim, a diferença entre vencer e falhar no mundo da fotografia deve-se a simples, mas importantes, atitudes… Acima de tudo isso – Atitude!

Intuição e Naturalidade

A fotografia requer conhecimento. Não é preciso um conhecimento muito técnico nem exaustivo, mas os conceitos básicos são importantes. Não basta ter uma câmara na mão, apontar e disparar… A fotografia não se faz assim. Pensar ou agir como se sentisse confortável com um equipamento cheio de botões e configurações não te vai dar o sucesso, nem a categoria, que procuras. O facto de partilhares o resultado da tua experiência (sim, porque fotografar desta forma só pode ser considerado “experiência”) com uma frase de uma celebridade não te dá mais likes no Facebook.

Comprar o melhor equipamento

Não é o equipamento que faz a fotografia, embora ajude. Quase como a máxima “o dinheiro não traz felicidade“, mas se o tivéssemos com certeza que compraríamos muitas coisas que nos deixavam mais alegres…

Procurares comprar o último grito tecnológico ou o equipamento da moda só porque sim, não te dá capacidades acrescidas de qualidade fotográfica. O material deve ser adequado ao fim que lhe queres dar. Não compres uma lente zoom, se o que pretendes simplesmente fazer retratos. O mesmo acontece com a câmara… Não olhes para o que vizinho tem. A menos que ele te ajude a desenvolver as capacidades fotográficas e seja, para ele, mais fácil que tenhas um equipamento igual (coisas rara), esquece… Percebe primeiro quais são as tuas necessidades e depois procura o material ideal.

Postura profissional

Se assumires uma postura (demasiado) profissional, o mais certo é a tua estratégia falhar! Elevares a fasquia relativamente ao teu trabalho e valor incute no cliente uma expectativa que poderá não corresponder à realidade. Por outro lado, se assumires uma postura mais serena e realista, talvez não vejas entrave na altura de anunciares o teu orçamento.

Ainda assim, caso não estejas completamente à vontade com o serviço que propões, opta por uma valorização mais baixa. Lembra-se que a prática traz perfeição e, muitas das vezes, não temos grandes oportunidades de praticar. Com pouca experiência é fácil falhar e se pretendes enveredar para fotografia de casamentos, por exemplo, não encontras “cobaias” com muita facilidade. Lê o artigo sobre como evoluir na fotografia que poderá ser (mais) uma ajuda…

O mundo está contra ti

Quando há muita gente com opinião diferente da tua, muito provavelmente quem está errado és tu. Por muito que custe admitir, nós erramos! Mesmo sem querer assumir ou dar o braço a torcer , a atitude mais correta é enfrentar as consequências de uma má decisão. Culpares os outros por tudo o que de mal acontece não traz qualquer benefício, nem pessoal nem profissional. No artigo “Como Lidar com as Críticas Negativas” fazemos uma breve abordagem a este aspeto. Talvez não seja pior dares uma espreitadela

Copiar não é inspirar

Cobiçar o trabalho alheio pode ser uma boa fonte de inspiração. Contudo, esta premissa só é válida quando for totalmente verdadeira. Fazer a mesma fotografia ou usar o trabalho dos outros e tentar reproduzi-lo, apenas traz vantagens numa perspetiva de evolução, aprendizagem, … Nunca tentes copiar uma fotografia e assumir os créditos da inovação que possam existir. A tua ascensão enquanto fotógrafo estará comprometida e balizada pela criatividade de quantos te rodeiam. Liberta-te!

Esperar

A espera é uma virtude, principalmente se tens uma fotografia pensada e precisas que as variáveis se conjuguem. De outra forma, a espera e a passividade não te darão o sucesso que procuras. Não basta tirar boas fotografias e disponibilizá-las nas Redes Sociais, é preciso ir à procura. À procura de clientes, de seguidores. Dar a conhecer o teu trabalho, seja de que forma for.

Com a quantidade de fotógrafos que existem, é fácil encontrar outro (primeiro do que encontrar-te a ti). Investe na tua própria publicidade.

 

Se praticas estes tópicos, então parabéns! Acabaste de ganhar … o passaporte para falhar enquanto fotógrafo.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário