Blog INSPIRAÇÃO OPINIÃO SMARTPHOTO

Está demasiado frio para fotografar


Tempo de Leitura: 2 minutos

O tempo nem sempre ajuda. Por vezes é preferível ficar em casa, junto à lareira, com uma chávena de chá a ver TV. O frio congela, hoje não fotografo!

Quantos de vós, e quantas vezes, não foi este o vosso pensamento? O frio, principalmente o frio, convida-nos a nem sequer sair da cama. Depois lembramo-nos que temos de ir trabalhar e é quando o nosso dia começa…

Qualquer motivo é motivo para fotografar. Qualquer coisa é passível de ser fotografada. Hoje saí de casa e fui trabalhar. Atrasado, devido ao trânsito e ao estado do tempo, lá cheguei junto à empresa. A cerca de 300 metros reparo que os campos se cobrem de um manto branco. Ainda não temos neve, mas a geada faz bem o seu trabalho ao criar um cenário agradável à vista.

Paro o carro e saio. Faço-me acompanhar de um smartphone cuja marca e modelo não estou autorizado a revelar (por pedido do fornecedor) e dirijo-me a um dos muitos “jardins brancos“. Queria perceber não só qual o comportamento do smartphone, mas também tentar captar algo que me devolvesse o prazer da fotografia. Tenho estado parado, talvez por preguiça de carregar uma câmara fotográfica e um conjunto de lentes às costas, muitas vezes para nem sair da mochila.

A primeira imagem é tirada ainda de longe e é, por si só, (já) reveladora do frio que se fazia sentir. Depois, por uma questão de insistência, aproximo-me, baixo o smartphone junto a um tronco e fotografo-o.

O resultado é engraçado, mas depois de fazer zoom reparo na qualidade da imagem… As fotografias estão sem qualquer tratamento, apenas apresentadas como foram captadas, diretamente do smartphone.

Este pequeno gesto fez-me lembrar que não tempo nem altura ideal para fotografar. Um qualquer elemento que nos salte à vista, como no meu caso o gelo, pode ser o suficiente para criarmos uma imagem visual. Mais do que um artigo, este texto é quase como uma confissão e um alento a tantos que, como eu, acerta altura perdem a vontade de fotografar.

Quanto ao smartphone, a seu tempo criarei um artigo com uma review. Para já, o trabalho é para outro “patrão”.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário