Blog ENTREVISTAS

Entrevista com… MY FRAME


Tempo de Leitura: 1 minuto

 

My Frame é um projeto onde os laços familiares avançam para a realização profissional. Irmãs, cúmplices, fotografam as emoções e o amor entre pessoas.

 

MY FRAME

São irmãs,são cúmplices e vivem da paixão e das emoções. Fotografam momentos irrepetíveis e criam memórias eternas.



Para elas a fotografia é mais do que uma arte. A fotografia é sentimento, é amor…

A nossa profissão é sem dúvida a fotografia. É a que nos dá sustento a todos os níveis, porque completa-nos! Somos apaixonadas por aquilo que fazemos, pelo nosso trabalho!

Apresenta-te e apresenta o teu trabalho. Fala um pouco de como apareceste na fotografia e que tipo de trabalho gostas mais de fazer.

Somos a Ângela e a Flávia, somos irmãs. Sempre tivemos uma grande cumplicidade porque crescemos e brincamos juntas. Não é por acaso que seguimos a mesma área e temos gostos muito parecidos! Nunca pensamos em trabalhar juntas, até ao dia que nos apaixonamos pela fotografia, e mais uma vez juntas demos vida ao nosso projeto, a My Frame.

Desde o início que o que queríamos era fotografar a felicidade e o amor entre as pessoas. É mesmo este tipo de trabalho que mais gostamos de fazer, fotografar dias felizes e momentos especiais, sempre captando a simplicidade e a verdadeira essência das pessoas.

“Toda a gente é fotógrafa..” O que achas da “concorrência” que surgiu com o BOOM na compra de máquinas fotográficas digitais.

Vamos retificar: ‘Toda a gente acha que por ter uma maquina fotográfica pode ser fotografo” mas na realidade ser fotografo é muito mais do que carregar no botão da maquina. É necessário ter sensibilidade visual e artistica. Ter noções de enquadramentos e de luz. Obviamente que perceber de técnica é importante, mas existem outros factores ainda mais e esses só os ‘verdadeiros’ fotógrafos alcançam!

Usas o smartphone para fotografar? Usa-lo meramente para diversão fotográfica ou consideras a eventualidade de utilização de uma fotografia captada por smartphone num artigo ou publicação tua. Porquê?

Nas nossas publicações, redes sociais e no nosso site, só publicamos fotografias tiradas com a máquina profissional, o smartphone usamos para fazer instant-stories, para que os nossos seguidores possam ver um pouco do que estamos a fazer e se envolverem diariamente com o nosso trabalho!

Para trabalho contratado usas apenas material profissional ou consideras a utilização de outro menos “caro”?

Como já referimos, nós fotografamos momentos únicos, que nunca mais se poderão repetir e por isso só usamos material profissional. O que pretendemos é prestar um serviço de qualidade e é esse um dos fatores pelo qual os nossos clientes nos escolhem.

O que pensas da utilização de artefactos para atingir um mesmo resultado (ou próximo) que atingirias com equipamento mais profissional? Poderias usar essas soluções alternativas (DIY) numa base mais regular ou servem-te apenas para ocasiões pontuais?

Não temos nada contra a utilização de artefactos. Se algum dia necessitarmos de utilizar algum, não teremos qualquer problema com isso, desde que consigamos atingir o nosso objectivo.

O que achas das “chinesices”? Por vezes encontram-se soluções mais baratas em sites como o Ebay e semelhantes… Usarias um set de equipamento desses para um trabalho contratado?

Isso está mesmo fora de questão. Mais uma vez referimos que o que pretendemos é oferecer a qualidade do serviço. Não trabalhamos com materiais que não nos transmitem confiança.

Adotavas um fotógrafo amador? Queres fundamentar a tua resposta?

Se algum dia contratarmos alguém, essa pessoa terá de ter um portfólio que se identifique com o nosso estilo e conceito de fotografia. Para nós não é importante os anos de experiência, mas sim o trabalho que ela desenvolve.

És pessoa para que marca?

Nikon 


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário