Blog OPINIÃO

Desliga-te do mundo para seres melhor fotógrafo


Tempo de Leitura: 2 minutos

Numa altura em que a internet domina as nossas vidas, ficar fora dela é um ato impensável. Contudo, pode este ser a tua salvação para um futuro fotográfico. Esquece, desliga-te, põe-te offline!

Sair da zona de conforto, ser diferente, pensar diferente… todas estas afirmações são válidas e procuradas por qualquer indivíduos. Independentemente do ramo de atividade ou dos hobbies que cada um tem, a nossa mensagem é “Desliga-te!”

Não sabes o que fotografar? Vais fazer uma sessão e queres fazer algo diferente? Não sabes como inovar num mundo onde está tudo inventado? Qual é a tua principal fonte de inspiração? …pois… a internet!

Os sites da especialidade ou, até mesmo, as Redes Sociais são o ponto de paragem “obrigatório”. Mesmo de uma forma inadvertida acabamos por consultar o “amigo x” ou o “profissional y“. Vemos o site, caso o tenham, o facebook e o instagram (Desengane-se quem pensa que está imune a esta praga.).

Desliga! Salta fora da esfera… Pousa o telemóvel, desliga os dados móveis, faz o que achares melhor para não teres acesso à rede mundial de informação. A formatação das Redes Sociais, por exemplo, condicionam o pensamento. Cada vez mais, são usadas em prol da falsidade e da manipulação não só do pensamento como do irreal.

Pode parecer uma sátira, mas o vídeo seguinte revela a triste realidade em que vivemos…


No que respeita à criatividade, tudo funciona igual. Copiamos, inspiramo-nos, mas não produzimos. Somos segmentados pela criação de alguém que apresenta um “trabalho diferente” e tentamos perceber como chegar lá. O processo é válido e interessante! Aprender a fazer faz parte da evolução, mas estamos atrás, … seguimos os passos de outros sem criar o nosso próprio caminho.

Então a solução é “esquecer” o mundo virtual. Aquele que nos traz prestígio, conhecimento e clientes. Desliga-te dele… por alguns instantes. Não queremos que te elimines da internet, mas que pares para pensar pela tua cabeça. Sai, passeia a pé, de transportes públicos, de qualquer forma que te permita apreciar o mundo real. Vê o que podes fotografar, vê como podes fotografar e dá asas à tua loucura (esquece a criatividade, isso já é banal).

É um exercício simples que tem trazido frutos a muitos profissionais de vários ramos de atividade. Tenta fazer o mesmo, … Olha, comigo resultou!


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário