OPINIÃO

Desculpa; e hoje qual é a tua?


Tempo de Leitura: 3 minutos

Todos temos de começar por algum lado. Costumo dizer que “antes de saber, também não sabia”, independentemente do contexto que esteja a discutir. Temos de começar por algum lado e se alguém “lá chegou” é porque é possível. Esta é a melhor desculpa para prosseguirmos. Mas há que use o mesmo subterfúgio para adiar a sua posição perante a fotografia e, até mesmo, justificar o seu amadorismo. É mais cómodo culparmos situações ou circunstâncias do que correr atrás e evoluir com base na insistência.

Se o orçamento é curto, também não temos disponibilidade para investir em cursos de formação, mas existem umas quantas formas de aprendermos a fotografar… Revistas, livros, filmes e vídeos; conversas com amigos, discussões em fóruns, … eu sei lá!

Os primeiros passos

Os primeiros passos são sempre os mais difíceis. É assim com as crianças; é assim com tudo o resto. Ninguém nasce ensinado e isso não pode servir de desculpa para não aprendermos. Todos, TODOS sem exceção tiveram um dia um primeiro contacto com uma máquina fotográfica. Todos começaram… uns chegam mais longe que os outros, mas todos começaram no mesmo nível de conhecimento – o nível ZERO.

O primeiro equipamento

Joguem com o orçamento. Não escolham uma grande máquina, mas uma que vos permita tirar partido dela durante muito tempo. A evolução é natural e obedece a uma tendência exponencial. Quanto mais praticarmos, melhores nos tornamos. Assim, é importante que escolham um equipamento com o qual se identifiquem e se sintam confortáveis. Porque determinada máquina é fraca não é desculpa. Grandes nomes da fotografia mundial usaram máquinas bem piores do que as de gama mais baixa que encontramos no mercado. Acham que o Henri Cartier-Bresson tinha uma máquina com 9 pontos de foco, 20 megapixels e de lentes intermutáveis?? Ainda assim é a maior referência do panorama fotográfico mundial! Comparem a máquina que têm a possibilidade de comprar com a usada por este GURU… qual é a (teoricamente) melhor?

A primeira câmara (Leika) de Cartier-Bresson

A primeira câmara (Leica) de Cartier-Bresson

Qual full-frame?

Quantos de vós (nós) aprendem a conduzir num mercedes ou num Bentley? Quem pensa em comprar uma full-frame como sua primeira máquina? Ora bem, se considerarmos que já sabemos fotografar e que nunca compramos nenhum equipamento, … então esta pode ser uma dúvida pertinente, mas ter uma full-frame para aprender? Duvido que até os mais ricos (os conscientes, os outro não…) ponderem esta decisão. Eu também gostava de ter começado com uma full-frame mas não acredito que soubesse fotografar melhor do o que sei… A minha Canon 1000D acompanhou-me durante quase 10 anos até que lhe arranjasse “companhia”. Com uma máquina de entrada de gama – que hoje são bem melhores do que há 10 anos atrás – e um investimento adequado em lentes… quase nem se nota a diferença. Uma melhor máquina não é significado de um melhor fotógrafo ou de uma melhor fotografia…

Outros investimentos

A fotografia não vive apenas de equipamento nem de acessórios. A fotografia vive de luz e cor. Poupem no equipamento e invistam parte do orçamento disponível em formação, num website que vos catapulte para as luzes da ribalta, em redes sociais ou até mesmo em viagens. Descubram outros lugares, outros países ou regiões. Fotografem coisas bonitas… a probabilidade de terem uma fotografia melhor é superior! Fotografar o “feio” é uma arte, mas fotografar o óbvio pode ser uma excelente ajuda (mesmo emocional) para continuarmos a apostar na grande paixão que é a fotografia.

2996436015_0e350471c2_z

Viaje, relaxe. Invista no descanso e na fotografia em simultâneo

Nunca contem com a fotografia para vos por comida na mesa. Se o conseguirem serão uns sortudos, pois rentabilizam o investimento e têm a possibilidade de fazer o que gostam e serem pagos para isso. Mas, a sério, não se iludam! Tenham altas expectativas quanto às vossas capacidades e esforcem-se como profissionais, mas nunca percam o amor pela fotografia. Trabalhem para vós. No dia em que começarem a fotografar para os outros, deixam de ser bons fotógrafos. … e acabem com a desculpa do equipamento ou do orçamento! Isso já não funciona.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia