Blog OPINIÃO

Assumir devia ser proibido, e é tão comum…


Tempo de Leitura: 4 minutos

Assumir que os fotógrafos são, ou fazem, “isto” ou “aquilo” é um dos piores erros que podemos cometer… Para bem do teu futuro fotográfico, não assumas…

Sempre que olhamos para alguém, assumimos! Assumimos que determinado fotógrafo é bom ou mau. Ou porque tem isto ou porque faz aquilo ou ainda porque trabalha de determinada forma… Assumir pode ser um dos piores erros que cometemos. Mas então, que assunções costumamos fazer erradamente relativamente aos fotógrafos profissionais?

São mais criativos

Um dos principais erros que cometemos na análise da “concorrência” é que tendemos a achar que os fotógrafos profissionais – os que vivem no sucesso – são mais criativos que nós. Antes de mais nunca devemos fazer este tipo de comparações. Em primeiro lugar porque, enquanto amadores (ou semi profissionais) não temos tantas oportunidades de expandir a nossa criatividade como aqueles que passam o dia inteiro a fotografar.

O sucesso não se mede pela criatividade, embora ajude, mas sim na forma como nos adaptamos (e inserimos) no meio. É preferível estar perante um núcleo de pessoas que nos podem alavancar para o sucesso do que ser criativo. A projeção perante um mercado exigente é mais eficaz se tivermos as companhias certas. Quanto à criatividade, esta treina-se, estuda-se…

Fanáticos pelo equipamento

Geeks que andam constantemente com equipamentos não fazem parte do rol dos fotógrafos de sucesso. A escolha do equipamento deve ser consoante as necessidades, até pode ser que as situações se confundam, mas o certo é que não passa de uma escolha. O material de marca é tendencialmente melhor. Melhor nos materiais, melhor nas prestações. Contudo, não é o material que faz a fotografia, mas o olho do fotógrafo.

Para ser um fotógrafo de sucesso não temos de ter um número infinito de material, mas sim o que precisamos. Há bons fotógrafos que se resumem a um corpo e duas objetivas. Ter câmaras e lentes de utilização esporádica não faz com que sejamos melhores, antes pelo contrário. Tendemos a fazer-nos acompanhar de todo o nosso “portefólio”, carregando consecutivamente peso desnecessário.

Ser bom, e ter sucesso, implica sabermos escolher e utilizar o equipamento perante as situações que nos aparecem.

Os profissionais são … “escolhidos”!

Na fotografia não há “escolhidos”. A fotografia não escolhe os fotógrafos, mas os fotógrafos escolhem … fotografar. Todos somos diferentes e temos aptidões distintas uns dos outros. Ser bom significa treinar, melhorar, evoluir. Desculpem a comparação, mas é de conhecimento geral que o Cristiano Ronaldo é um dos atletas que mais se esforça fora do campo. Os jogos servem apenas para colocar em prática o que, na sombra, é treinado.

A insistência e a persistência levam-nos aos sucesso. Assumir que os bons tens um dom especial e que, por qualquer razão, estão destinados a serem melhores que nós, é errado!

A rejeição é sinónimo de mau trabalho

Todos entramos no jogo para ganhar. Perder está fora dos nossos planos! Apresentarmos uma proposta e sermos preteridos em detrimento de outro concorrente não significa que o nosso trabalho não presta. Significa sim que, para aquele trabalho específicos e aos olhos do cliente, outro se enquadra mais. Simplesmente isto…

Ser preterido faz parte do jogo.

Todos sabem o que fazemos

Talvez grande parte dos nossos amigos saiba que somos fotógrafos. Talvez muita gente fora do circulo de amizade saiba que somos fotógrafos, mas nem todos têm de (ou devem) saber isto. Lá por andarmos de máquina às costas há uns quantos anos, não faz de nós fotógrafos.

Curiosamente tive, em tempos, alguém que me perguntou se sabia e algum fotógrafo que estivesse disponível para fotografar um evento. É notório o desconhecimento, desse meu conhecido, quanto à minha atividade enquanto fotógrafo.

Nunca, jamais, em tempo algum devemos assumir que a nossa atividade se propaga com o vento. Havendo oportunidade, façam-se anunciar. Acompanhem-se de cartões de visita e mostrem o vosso trabalho. Talvez hoje não haja nada para vocês, mas quem sabe amanhã não será mais sorridente?

Existe um segredo para o sucesso

É verdade, sim. Há um segredo que nos coloca no caminho certo para vingarmos enquanto fotógrafo. Não é desconhecido nem tão pouco está escondido a 7 chaves. É a persistência. O sucesso faz-se de treino, treino e mais treino.

Esqueçam os cursos online ou os workshops que vos vendem o “sucesso”. Eles sim, têm um (outro) segredo para estarem bem na vida, que é apanhar os desesperados e os pouco confiantes. Vendem-lhes o curso ou o workshop e, aos poucos, vão ficando mais ricos. No fundo, não acredito que vos tenham relevado o dito segredo.

 

Desiludidos? pois está e a verdade nua e crua! Esqueçam as ideias pre concebidas que fazem dos outros. Os outros são pessoas como nós. Treinam, esforçam-se… Se calhar levantam-se mais cedo do que todos nós, só para poder apanhar um nascer do sol ou um cenário que têm andado a estudar. Talvez não vos digam e queiram fazer passar a ideia de que são “iluminados”. Não! Esqueçam estás verdades do diabo. Eu, vocês, todos somos tão bons quanto mais empenhados formos.


Artigos que podem interessar

Sem Comentários

    Deixe um Comentário