OPINIÃO

Alugar ou não alugar, eis a questão!

Muitas vezes dei por mim a pensar que talvez fosse interessante ter uma 70-200 para quando fotografo vela ou até mesmo moto náutica. Um ou outro rally também agradecia uma lente melhor; mas depois paro e penso que estar a gastar quase 1.500€ por uma lente para usar apenas meia dúzia de vezes ao ano, talvez não seja muito inteligente… Mas vem novamente o período das provas e volto a pensar em comprar a lente gerando-se um ciclo vicioso. E que tal alugar? Será que compensa?

Ora bem, em conversa com um grande amigo, o Ivo Carvalho, dono da Imagem do Som e da Sport On Stage fiquei a saber que o aluguer de material fotográfico é já uma prática comum. Ele, pessoalmente, recorre a esses serviços sempre que prevê necessária a utilização de uma lente que não tem. Nunca deixa de fazer um trabalho por falta de equipamento. Já eu, … enfim!! Mais vale nem falar…

 

sport-photographer

Fotografia de desporto. Área onde o preço do equipamento é elevadíssimo

 

Obviamente que o nível de exigência e o âmbito do trabalho que desenvolve requer uma capacidade de resposta, em termos de rapidez e qualidade, que a mim não me toca, mas vezes houve em que deixei de ganhar num serviço por não ter o equipamento adequado.

Só não consigo entender por que razão há poucos locais onde se pode alugar material fotográfico; ou se há, estão pouco divulgados. Normalmente associados a serviços de compra e/ou reparação de material, as empresas que se dedicam ao aluguer andam a trabalhar mal. Todo o serviço deve ser divulgado e se no seio de uma comunidade fotográfica há tantos pedidos de informação relativa a empresas prestadoras deste tipo de serviços, é porque a informação não flui.

Quando tenho um acidente, recebo um carro de substituição; Se vou de férias, alugo um carro; Se preciso de fazer mudanças, o mais provável é alugar uma carrinha… e por aí fora! Se for fazer paintball, e porque não sou praticante assíduo, tenho de pagar para alugar o campo, a arma e as bolas… Se já há serviços de aluguer de roupa, por que raio não se fomenta o serviço de aluguer de equipamento fotográfico? “O serviço já existe e até é rentável”, dizem meia dúzia de iluminados que o conhecem e utilizam regularmente. Mas, e os restantes? Quantos potenciais clientes não existirão por esse Portugal fora, sem saber onde se dirigir? … Pior!!! Andam de fórum em fórum a perguntar se alguém conhece…

Se considerarmos o leque de possibilidades que o aluguer de equipamento fotográfico nos traz, talvez consigamos evoluir um pouco mais sem fugir ao principal objetivo deste site – aprender de forma barata. Pesemos os prós e os contras, vejamos que tipo de fotografia pretendemos fazer e, depois de pesquisarmos na net quais os equipamentos melhores para realizar esse tipo de fotografia, aluguemos. Mas… alugar? Pagar por um equipamento que não é meu? Mas então porquê? Bem, parece-me que há algumas razões simples e de fácil entendimento:

  1. Ao alugar tenho a possibilidade de experimentar o equipamento por um período de tempo definido por mim.
  2. Se não gostar especificamente daquela objetiva (ou câmera), posso devolvê-la sem correr o risco de gastar dinheiro por um equipamento que, realmente, não me agrada.
  3. Sazonalmente posso ter em minha posse algo que me proporcione um melhor trabalho, libertando-me de um investimento que demorará muito tempo a ser amortizado.
  4. O próprio cuidado na limpeza e tratamento do equipamento não é da vossa/nossa responsabilidade. Neste caso, o bom senso leva-nos a tratar o material alugado da mesma forma que tratamos o nosso próprio material, mas sabemos que há gente que… enfim!
  5. A diversidade na oferta pode ajudar-nos na criatividade. O aluguer de uma lente tilt-shift pode ser o mote para mudarmos o nosso paradigma fotográfico (quem sabe?).

Mas cuidado que esta prática pode também revelar-se contraproducente. Temos de ter consciência do que fazemos e de como o fazemos. Se considerarmos o binómio custo/benefício, por vezes ficará mais barato (ainda que a médio ou longo prazo) comprar do que alugar. Por outro lado, e dependendo do nosso grau de exigência, podemos não querer depender de equipamento cujo estado desconhecemos. Poderá haver alturas em que determinada objetiva careceu de limpeza ou de verificação periódica, resultando em registos desfocados ou com outro qualquer problema.

Alugar nunca será a ação substituta de comprar. Alugar será sempre uma alternativa, possivelmente barata, para adquirir (ainda que temporariamente) determinado equipamento do qual necessitamos.

 

rental-gear

Configuração possível para aluguer: Câmara, objetiva, flash, acessórios

 

Gostava de concluir este artigo com referência a alguns locais onde é possível alugar material fotográfico e, obviamente por publicidade direta, existe uma loja no Porto chamada Um Segundo Filmes, a Red Desert Films, Digital Azul, entre outras.

Gostava de terminar em tom de desafio, pedindo-vos que comentassem com o nome das lojas que conhecem e que alugam material fotográfico. Aproveito para, publicamente, assumir a responsabilidade de criar uma área dentro da FOTO GURU onde poderão obter a informação sobre todos os locais onde é possível alugar câmaras, lentes ou outros equipamentos fotográficos.

 

Artigos que podem interessar

2 Comentários

Deixe um Comentário